Lucas P.
Lucas P. › Análise

on

Análise ~ Tales of Ash


            A Saga Tales of Ash junto com a Saga Orochi pra mim foi uma das melhores, sendo que em certos aspectos até achei melhor que a Saga Orochi mesmo. A escolha do novo protagonista causou revolta entre os fãs, porque durante todos os outro títulos, nunca vimos ninguém como Ash...mas até achei legal, porque nunca vi tamanha ousadia em outro jogo, e Ash ainda foi um protagonista diferente que roubou os tesouros de 2 dos mais fortes da série, sendo Iori o que mais repercutiu...trouxe novas mecânicas de jogo, novos personagens, voltou com alguns, teve uma história boa e fechou de forma muito boa, acho que antes de qualquer um vim e falar mal da saga devia ao menos conhecer ela...sugestionismo é foda.

Títulos

KOF '03: De todos foi o que menos gostei, mas adorei a estréia de Maki e Mukai e fiqui surpreso com Adel, a ausencia de Andy não me fez falta, mas por outro...senti falta da Kula e do Takuma, quanto a jogabilidade, o modo Tag em 2003 deixou a desejar, ele não fluia bem pra mim e achava os golpes de todos os personagens muito lentos, fora que o Sistema Líder não me agradou nesse título, quanto aos gráficos...bom, 2003 e alguns personagens ainda usavam as mesmas animações, salvo Terry que mudou de roupa, nada mudou, o cenários da versão console ficaram lindos e bem coloridos, as músicas ainda estavam meio ''ruins'' mas tinha umas Asts muito boas. Na minha opinião o que realmente se salva no '03 são os novos personagens, o final secreto de Kyo, Iori e Chizuru, o protagonista, e alguns detalhes...esse dá pra aproveitar um pouco.

KOF XI: Se o '03 foi bom, o público esperava que o XI melhorasse, de fato melhorou,e  bastante em relação ao '03, o sistema Tag ficou bem mais refinado e competitivo, lutas decididas nos segundos e diversas maneiras de focar na defensiva ou ofensiva, melhor trilha do KOF é a do XI sem dúvida trazendo uma originalidade pra série, os cenários muito bonitos e calmos e gostei da ambientação dele, os novos personagens eu destaco a linda Elizabeth, Oswald, Shion e Magaki..foram os que mais gostei, e adorei a idéia de trazerem na versão console personagens do NGBC e de outras séries como Hayate e Silver e trazerem o Garou também, o Boss desse jogo me dá vontade de jogar ele, depois de anos realmente tivemos um chefão difícil, os finais ficaram bem bolados pra mim, principalmente a morte de Magaki, mas ficou super sem graça não ver Ash vs Iori, as animações continuam a mesmas...mas mais bonitas, mas ainda as mesmas, um pecado pra 2005. O que posso dizer do XI é que ele está entre os meu Top 5 de KOFs favoritos, mas é uma pena que ele foi pouco explorado.

KOF XII : Não podemos negar que o KOF evoluiu do '03 pro XI,mas os gráficos ultrapassados saturaram o jogo de críticas, então depois de anos sem KOF vem a bomba do XII que prometeu um KOF digno e com novos gráficos e jogabilidade, de fato trouxe os dois...somente os dois, pois o jogo em si é horrível e considero o pior KOF, salvo apenas 2 Stages e as OSTs que ficaram boas, os serrilhados e a falta de personagens mataram o jogo, não tinha Mai, nem King, nem Boss...nem história. Foi um fiasco e esse foi o título que ameaçou profundamente a falência da Playmore. Digo que esse jogo é feito pra quem gastar dinheiro, porque em si ele é muito ruim e não vale a pena...ele foi feito as pressas e entregue de qualquer jeito.

KOF XIII : Se o XII foi péssimo, as expectativas pro XIII já haviam começado ruins pelo antecessor...Mas foi impressionante como o XIII ficou diferente e bom em relação ao XII, trouxe a jogabilidade clássica 3x3, misturando elementos do 2002 com XI, introduziu mais personagens em relação ao XII, FINALMENTE alguns personagens como Iori e Leona sofreram mudanças no design, boas músicas e uma ambientação boa...o que ele realmente pecou foi: Modo História sem dublagem e imagens estáticas, modo Online estranho e os serrilhados, que não chega a ser um problema, mas hoje um pixel fora do lugar gera alvoroço na classe de jogadores antigos, Dark Ash de Boss...depois de Mukai,Saiki e Magaki eu realmente fiquei meio decepcionado, mas o modo Offline dele não deixa a desejar e garante uma boa diversão. Digo e defendo com tudo que o XIII foi um dos melhores da Playmore e como de costume, tomara que ela aprenda com os erros e faça um próximo título superior a esse.